Costas

Remada Curvada

remada curvada com barra

Execução
1 – Fazendo uma pegada na bara com espaçamento igual à largura dos ombros e com o dorso das mãos voltado para cima, incline o torso para a frente em um ângulo de 45 graus com o chão.
2 – Tracione a barra verticalmente para cima, até que ela toque a parte inferior do peito, mantendo a coluna vertebral reta e os joelhos ligeiramente dobrados.
3 – Abaixe a barra até a posição de braços estendidos.

Músculos envolvidos
Primário: Latíssimo do dorso.
Secundário: Eretor da espinha, trapézio, rombóides, deltóide posterior

Enfoque anatômico

remada-curvada-com-barra

Espaçamento das mãos: O espaçamento das mãos com distância igual ou menor que a larguda dos ombros mobiliza a seção central e interna dos latíssimos, enquanto uma pegada mais aberta mobiliza os latíssimos externos.

Pegada: Uma pegada supinada facilita um espaçamento mais próximo das mãos, enfatizando a extensão dos ombros e mobilizando a seção central e interna dos latíssimos. Uma contribuição maior dos bíceps com a pegada com o dorso das mãos voltado para baixo proporciona força adicional durante a remada.

Trajetória: A mobilização da barra até uma região mais elevada na direção do peito trabalhará o latíssimo superior e o trapézio. Se a trajetória da barra for mais baixa, fazendo contato com o abdome, serão trabalhados os latíssimos inferiores.

Posição do corpo: Mantenha a coluna vertebral reta. A região lombar jamais deve ficar arredondada na tentativa de elevar ainda mais a barra, porque esse movimento causará lesão.
Variação

remada-T

Remada T: Essa variação exige menor esforço para a estabilização da posição do corpo durante a remada, porque uma das extremidades da barra gira em um ponto fixo do chão. Fique em pé, voltado para a extremidade contendo o peso, com os pés posicionados a cada lado da barra. Com a coluna vertebral reta e os joelhos ligeiramente inclinados, levante a extremidade que contém o peso, utilizando para tanto o acoplamento na barra em T. Alguns aparelhos de remada possuem uma almofada peitoral inclinada para sustentação do torso, minimizando a carga incidente na seção inferior da coluna vertebral.

Imagens e explicações retiradas do livro Boydbuilding Anatomy, de Nick Evans.

Clique para classificar este post!
[Total: 0 Média: %Média%]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

3 comentários

  • Muito bom, tenho uma dúvida o encolhimento deve ser feito com a série de ombro ou costas ?

    • eu gosto de fazer com ombro, mas isso vai de corpo para corpo! a dica que dou é, tente fazer com ombro , depois com costa!

  • […] Remada Curvada – Confira Aqui […]

Deixe um comentário