Doenças e Tratamentos Alan Costa

Os 9 Principais Sintomas da Rosácea Ocular

Os 9 Principais Sintomas da Rosácea Ocular são comuns o que pode ser prejudicial para o diagnostico da Rosácea Ocular. Além do que, a Rosácea Ocular é uma condição das pálpebras que afeta os olhos e a pele ao redor dos olhos e parte superior do rosto, causando vários sintomas, principalmente envolvendo a secura e irritação.

Ela está relacionada com uma doença chamada de Rosácea em que a pele facial é afetada de forma semelhante. É uma condição grave, que se não for tratada, pode até mesmo fazer uma pessoa cega. Esta complicação é causada principalmente em pessoas com pele clara, devido à exposição à luz solar e ao calor, o exercício pesado, de baixa temperatura extrema e estresse mental.

Principais Sintomas da Rosacea Ocular

Qualquer pessoa que tiver sintomas como irritação, sensibilidade à luz, redução da acuidade visual, vermelhidão das pálpebras ou da conjuntiva, deve consultar imediatamente um oftalmologista. É uma condição acompanhada por olhos secos em que existem possibilidades de um contágio secundário, tal como as bactérias, tais como “Estafilococos” que têm a capacidade para se reproduzir em ambiente seco. Esta infecção do olho e da pele ao redor dos olhos tem muitos sintomas que são claramente visíveis nos olhos e nas áreas em torno dos olhos, bochechas, testa, ou seja, ou o nariz.

Causas da Rosácea Ocular: Provavelmente, diversos fatores estão envolvidos no aparecimento da Rosácea Ocular. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, os mais importantes são: predisposição genética, alterações emocionais e hormonais, mudanças bruscas de temperatura, exposição solar, uso de bebidas alcoólicas, medicamentos vasodilatadores ou fotossensibilizantes, ingestão de alimentos muito quentes.

Principais Sintomas da Rosácea Ocular: Os sintomas da Rosácea Ocular variam de acordo com o grau de evolução da doença, podendo ser classificados de leves a severos, atacando principalmente a pálpebra, conjuntiva e córnea. Os sintomas mais comuns são:

  • Vermelhidão;
  • Lacrimejamento;
  • Sensação de queimação e ardência;
  • Coceira;
  • Sensação de corpo estranho nos olhos;
  • Visão embaçada;
  • Inflamação das pálpebras e córneas;
  • Cisto recorrente nas pálpebras;
  • Olhos secos.

Fatores de risco Para a Rosácea Ocular: Os seguintes grupos estão em maior risco de desenvolver Rosácea Ocular:

  • Pessoas entre 30 e 50 anos de idade
  • Pessoas de pele clara, com cabelos loiros e olhos azuis
  • Descendentes de celtas ou escandinavos
  • História familiar de Rosácea Ocular
  • Histórico de acne grave no passado
  • Mulheres (no entanto, os homens também podem desenvolver Rosácea Ocular e tendem a ter sintomas mais graves).

Tratamentos Para a Rosácea Ocular: A Rosácea Ocular é uma desordem crônica da pele para a qual ainda não se conhece a cura definitiva. O tratamento é indicado de acordo com o grau de evolução do caso com o objetivo de deter ou, quando possível, reverter o quadro. O tratamento pode ser tópico (local), ou sistêmico (com antibióticos por via oral), ou cirúrgico utilizando laser, a eletrocirurgia e a dermoabrasão. O fundamental, porém, é evitar os fatores de risco que favorecem a manifestação da Rosácea Ocular.

Sobre o autor | Website

Sou Formado em Nutrição e Educação Física. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2000, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.