Doenças e Tratamentos

Os 12 Principais Sintomas do Cobreiro!

o cobreiro

Os Principais Sintomas do Cobreiro que muitos ainda desconhecem. Além disso, o Cobreiro é uma doença de pele cientificamente chamada de herpes zóster. O Cobreiro é uma doença contagiosa e é transmitido através do contato direto com a secreção produzida pela ferida, sempre que esta se manifesta.

Os 12 Principais Sintomas do CobreiroO Cobreiro pode aparecer quando o indivíduo fica muito tempo exposto ao sol, está sob situações de estresse ou quando o seu sistema imune está enfraquecido. Os locais mais afetados pelo Cobreiro são a boca e as regiões genitais, embora também seja facilmente encontrado no tronco.

Causas do Cobreiro: Depois que a pessoa contrai a varicela, este vírus permanece inativo (dormente) em alguns nervos do nosso corpo. O Cobreiro ocorre quando o vírus reativa nestes nervos após muitos anos. Muitas pessoas sofreram com casos tão leves de varicela que nem perceberam que foram infectadas.

O que faz com que o Cobreiro se torne ativo de repente, não é muito clara. Muitas vezes, ocorre apenas um ataque. O Cobreiro pode ocorrer em qualquer faixa etária. Mais as pessoas mais propensas a desenvolver o Cobreiro são as seguintes:

  • As que tem mais de 60 anos de idade.
  • Teve varicela antes de completar um ano de idade.
  • Seu sistema imunológico está enfraquecido devido a alguma medicação ou doença.
  • Se tanto uma criança como um adulto entra em contato direto com alguma ferida cutânea causada pelo Cobreiro e não teve varicela quando criança ou não foi vacinado contra a mesma, pode ter varicela e não Cobreiro.

Sintomas do Cobreiro: Os Principais Sintomas do Cobreiro, geralmente é uma dor unilateral, queimação ou sensação de formigamento. Tanto a dor como queimação podem ser grave e geralmente ocorre antes de aparecer qualquer erupção do Cobreiro.

Na maioria das pessoas com Cobreiro, são formadas manchas na pele, seguidas por bolhas bem pequenas. Quando as bolhas de Cobreiro se rompem, formam pequenas úlceras e depois secam e formam crostas, que se dividem em cerca de duas a três semanas, raramente a pessoa fica com alguma cicatriz.

  • O Cobreiro geralmente envolve uma área estreita da coluna vertebral, ao redor da parte frontal da área da barriga ou do peito.
  • O Cobreiro pode acontecer no rosto, olhos, boca e orelhas.

Outros sintomas que o Cobreiro pode causar:

  • Dor abdominal.
  • Febre e calafrios.
  • Sensação geral de mal-estar.
  • Úlceras genitais.
  • Dor de cabeça.
  • Dores nas articulações.
  • Inchaço dos gânglios linfáticos.

O Cobreiro também pode apresentar fraqueza muscular, erupção na pele e dor que envolve diferentes partes da face caso o Cobreiro afete um nervo facial, os sintomas podem incluir:

  • Dificuldade em mover alguns dos músculos faciais;
  • Queda da pálpebra (ptose);
  • Perda de audição;
  • Perda de movimento dos olhos;
  • Problemas em sentir sabores;
  • Problemas de visão.

Como Evitar o Cobreiro:

  • Consuma alimentos ricos em vitaminas B e C, são muito bons estimulantes do sistema imunológico e dos nervos.
  • Evite usar qualquer tela ou material quente na região das bolhas, como a lã, por exemplo, porque aumenta a dor e o incômodo. Busque usar sempre roupas leves, de algodão, porque os têxteis sintéticos podem causar mais coceira e dor no Cobreiro.
  • Não estoure as bolhas do Cobreiro, isso pode deixar marcas na pele e causar mais dor e mal-estar, além de se tornarem uma porta de entrada para outras infecções, agravando a situação.
  • Evite entrar em contato com pessoas que têm problemas imunológicos, como no caso de crianças pequenas, pessoas que passaram por transplantes, câncer, etc., pois são mais propensas ao contágio do Cobreiro.
  • Relaxe e deixe o estresse e a ansiedade de lado, use as técnicas mais úteis para isso, desde ioga à meditação, auto-hipnose, visualização de imagens, etc.
  • Evite as mudanças bruscas de temperatura ou correntes de ar, porque essas situações “enviam” sinais aos nervos e ativam as dores.
  • Exponha as áreas afetadas do Cobreiro à luz solar por alguns minutos, isso acelerará o processo de cura e ajudará as bolhas do Cobreiro a secarem.
Clique para classificar este post!
[Total: 0 Média: %Média%]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário