Doenças e Tratamentos

Herpes Labial – O que é, Causas e Tratamentos

herpes labial

Herpes Labial – O que é, Causas e Tratamentos que todos devemos saber. Além disso, o Herpes Labial é um tipo de infecção viral caracterizada p por uma ferida ou conjunto de bolhas doloridas que podem ficar tanto nos lábios quanto dentro da boca. A lesão começa com pequenas bolhas esbranquiçadas e podem progredir se não houver tratamento adequado logo de início. A doença é crônica e não tem cura, somente tratamento.

Herpes LabialEsta doença é causada principalmente por vias sexuais como sexo oral ou então simplesmente por beijar pessoas que também estejam infectadas pela doença. Compartilhamento de objetos como lâminas objetos de higiene pessoal (escova de dente, alicate, cortadores de unha, seringas) contaminados com sangue ou saliva são meios de transmissão do vírus. Então, confira agora Herpes Labial – O que é, Causas e Tratamentos:

O que é Herpes Labial: O Herpes Labial é um vírus relativamente comum e altamente transmissível, que normalmente se manifesta quando a imunidade do organismo está baixa ou em períodos longos de estresse e depressão. De acordo com alguns estudos, um contingente que compreende entre 80% e 90% da população mundial está infectado pelo vírus.

O Herpes Labial Herpes Labial tipo 1 – é um vírus , que se pega por meio do contato físico (beijo), ou pelos resíduos de um copo ou talher, por exemplo (quando a pessoa bebe no mesmo copo, come com o mesmo talher, etc)”. Essa facilidade de transmissão é o que faz do Herpes Labial uma doença tão comum.

Principais Causas do Herpes Labial: A causa é a infecção com o vírus desencadeador da doença. Qualquer pessoa que esteja infectada com o vírus está apta a transmiti-lo para outras pessoas, mas Helena ressalta que isso só acontece quando o Herpes Labial está exposto, ou seja, entre a fase de aparecimento das bolhas e a cicatrização. “É contagioso até secarem as feridas”, diz.

Os Principais Sintomas do Herpes Labial: O Herpes Labial causa ulcerações na pele ao redor dos lábios. Algumas pessoas apresentam essas ulcerações em outras partes do rosto, como em torno do nariz, por exemplo. No entanto, antes do aparecimento das feridas, a dermatologista explica que é preciso ficar atento a outros sintomas. ”Aparecem sintomas antes de aparecerem as bolhas. Há uma espécie de ardência no local, e depois de uns dias aparecem as bolhinhas (vesículas), que se rompem”, explica.

Depois de rompidas as bolhas, o Herpes Labial se parece a um esfolado, com feridas abertas. “Após mais alguns dias, as feridinhas acabam secando”, completa Helena.  Todo o processo leva apenas alguns dias para ser finalizado. Após o aparecimento da ferida no local onde antes estava a bolha, normalmente a cicatrização ocorre em um ciclo de cinco dias, mais ou menos.

Tratamentos: Embora não haja cura para a doença, alguns procedimentos ajudam a minimizar os incômodos causados por ela. “Não há cura, nem vacina. É bom tomar vitamina C diariamente, porque isso ajuda”, diz Helena, “o Aciclovir ajuda a diminuir o tempo [de permanência] das lesões, mas não ajuda na cura ou [no aumento da] imunidade”.

A indicação da vitamina C se deve ao fato de que o Herpes Labial normalmente aparece quando há queda na imunidade. De acordo com a dermatologista, o vírus pode se manifestar rara ou frequentemente, dependendo da saúde do indivíduo. “Pode haver várias crises durante o ano, ou apenas uma de vez em quando”, finaliza.

Clique para classificar este post!
[Total: 0 Média: %Média%]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário