Peito

Crucifixo inclinado com Halteres

Por Alan Costa, em 10/09/2013 (atualizado em 14/01/2020)

 Execução
1 – Sentado em um banco inclinado, comece com os halteres diretamente acima do tórax, com as palmas das mãos voltadas para dentro.
2 – Abaixe os halteres para fora, dobrando ligeiramente os cotovelos enquanto os pesos descem até o nível do tórax.
3 – Levante os halteres de volta, unindo-os na parte superior do exercício.

Músculos envolvidos
Primário: Peitoral maior superior.
Secundários: Deltóide Anterior.

Enfoque anatômico

Trajetória : O ângulo de inclinação determina a trajetória. Com a elevação do encosto do assento e aumento da inclinação, o enfoque se desloca progressivamente para partes mais elevadas do músculo peitoral. O peitoral superior será mobilizado com mais eficiência em uma inclinação de 30 a 45 graus.

Pegada : A orientação dos halteres afeta a posição da mão. O crucifixo funciona melhor quando os halteres são seguros com uma pegada neutra, mas uma pegada pronada também pode ser utilizada, como variação.
Amplitude de movimento :
Quanto mais baixo descerem os halteres, maior será o alongamento do peitoral. Alongamento excessivo pode causar lesão ao músculo e à articulação do ombro. É mais seguro terminar a descida dos halteres quando estes chegarem no nível do tórax.

Variação
Crucifixo com aparelho: A execução do crucifixo com aparelho com o assento baixo e os pegadores no nível dos olhos irá mobilizar os peitorais superiores.

Imagens e explicações retiradas do livro Boydbuilding Anatomy, de Nick Evans.

Clique para classificar este post!
[Total: 0 Média: %Média%]
Sair da versão mobile