Doenças e Tratamentos

As 3 Principais Causas da Bronquite!

Bronquite

As Principais Causas da Bronquite é muito importante e não devemos ignorar. Além disso, a bronquite é uma inflamação dos brônquios que gera sintomas como tosse e falta de ar e o seu tratamento pode ser feito com o uso de remédios broncodilatadores e expectorantes receitados pelo pneumologista. A bronquite também pode ser causada por bactérias. Por vezes, a bronquite bacteriana ocorre após uma infecção viral do trato respiratório superior.

As 3 Principais Causas da Bronquite Mycoplasma pneumoniae, Chlamydia pneumoniae e Bordetella pertussis (que causa a tosse comprida) estão entre as bactérias que causam bronquite aguda. As causas bacterianas de bronquite aguda são mais prováveis quando muitas pessoas são afetadas (um surto).

Os sintomas comuns a ambas as formas de bronquite podem incluir: tosse, falta de ar, chiado. Às vezes algumas pessoas apresentam desconforto no peito, cansaço ou febre. Uma bronquite é caracterizada pela produção de muco de cor variável (branco ou transparente, amarelo ou verde).Então, confira agora As 3 Principais Causas da Bronquite.

Causas da Bronquite: Dependendo do tipo de bronquite, as causas são diferentes:

Causas de Bronquite Aguda: A bronquite aguda é causada principalmente por vírus (adenovírus, parainfluenza e influenza, rinovírus, etc.)A bronquite aguda é frequentemente uma consequência de complicação de gripe ou de resfriado. Em casos raros, a bronquite é causada por bactérias e fale-se mais de superinfecção bacteriana com consequências mais graves, como a pneumonia.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa via trato respiratório. No inverno, o aquecimento (em excesso) dos ambientes resulta em ar seco e o fato das janelas estarem fechadas, geralmente causam a dificuldade em manter a umidade adequada nas mucosas. Elas, portanto, enfrentam maior dificuldade de desempenhar um papel protetor contra a “invasão” de substâncias nocivas, tais como vírus.

 Causas da Bronquite Crônica:  A bronquite crônica é uma doença muito mais grave do que a bronquite aguda.Na maioria dos casos, a bronquite crônica é causada por consumo de tabaco: o tabaco irrita as vias aéreas e provoca a inflamação chamada bronquite crônica. Note também que para os fumantes, falamos mais também de DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica) é uma combinação de duas doenças respiratórias, como bronquite crônica e enfisema.

A doença parece estar aumentando muito entre a população.– A bronquite crônica também pode ser causada por poluição do ar, o que irrita as vias respiratórias e causa inflamação, que é o caso de alguns trabalhadores em canteiros de obras ou em indústrias poluídas.– Outras causas como alergias ou infecções recorrentes são também responsáveis pela bronquite crônica.

Bronquite Alérgica: Esta bronquite está intimamente relacionada a uma alergia respiratória e não é contagiosa. Ela nem sempre tem cura, mas o uso de vacinas pode ser útil para controlar a reação alérgica, o que pode representar a cura da doença, para alguns pacientes.

Tratamento de Bronquite: Para começar o tratamento para bronquite, é importante eliminar o cigarro (caso o doente seja tabagista), e repousar para evitar respirar em ambientes de gás tóxico e poluição. Para quem já tem a Bronquite há um tempo considerável, deixar o fumo não vai fazer com que a doença regrida, mas desacelerará o seu avanço.

Agentes Mucolíticos e Fluidificantes diminuem a viscosidade do catarro e assim evitam que com a secagem da secreção forme obstruções nos brônquios. Com a diminuição da viscosidade da secreção, as vias respiratórias ficam menos congestionadas, e assim há uma melhora significante da respiração.

Exercícios da terapia de reabilitação fazem com que o paciente da bronquite seja capaz de utilizar a sua energia melhor ou de uma forma em que haja menor gasto de oxigênio. A oxigenoterapia (uso de oxigênio em casa), quando necessária, também pode melhorar os sintomas, além de aumentar a expectativa de vida. Corticoides (medicamentos utilizados para controlar a inflamação crônica dos brônquios) minimizam os sintomas. Além disso, antibióticos ajudam muito nos casos de exacerbação da bronquite , quando resultam de uma infecção bacteriana nos brônquios.

Fatores de Risco: Alguns fatores da bronquite, são considerados de risco por médicos. Segundo eles, eles podem ajudar no desenvolvimento de Bronquite.

  • Fumo: O hábito de fumar pode elevar os riscos de uma pessoa desenvolver tanto a Bronquite quanto a crônica
  • Imunidade Baixa: Este fator de risco costuma ser uma consequência de outra doença aguda, como a gripe, ou ainda de uma condição crônica, como Aids
  • Idade: Idosos, crianças pequenas e bebês têm mais riscos de contrair a infecção
  • Exposição a Agentes Irritantes: As chances de contrair a doença é maior se você trabalha com gases ou outros agentes que possam causar irritação nos pulmões
  • Refluxo Gástrico: Doenças que causam refluxo gástrico e azia podem aumentar as chances de a pessoa desenvolver Bronquite aguda.
Clique para classificar este post!
[Total: 0 Média: %Média%]

Drª. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiência Clínica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe um comentário